• Avatar do Utilizador
  • Avatar do Utilizador
  • Avatar do Utilizador
  • Avatar do Utilizador
#182877
Boas noites a todos, tenho estado a ler os posts acerca dos pedidos de autorização à AAN e ANAC e gostava de pedir alguns conselhos de quem já o fez certamente inúmeras vezes. :D

Como sabem na margem sul, especificamente na zona do Barreiro (e arredores) toda a área é de jurisdição militar que pelo que percebi necessita de autorização da AAN. Até aqui tudo bem, junta-se o útil ao agradável, visto que também li que para voar em FPV é sempre necessário autorização desta mesma entidade. Tendo em conta que quero voar apenas em zonas isoladas longe de bens e pessoas podem aconselhar-me de quais as directrizes base que normalmente resultam com aprovação da AAN? Altura máxima de vôo, raio máximo, etc? Pretendo fazer vôo de proximidade por isso também não preciso pedir um raio grande. Só queria perceber um pouco melhor as vossas "receitas" para estar autorizado a voar sem grandes implicações como por ex. uma segunda pessoa ou outras autorizações adicionais.

Obrigado
#182879
QuadRot Escreveu:Boas noites a todos, tenho estado a ler os posts acerca dos pedidos de autorização à AAN e ANAC e gostava de pedir alguns conselhos de quem já o fez certamente inúmeras vezes. :D

Como sabem na margem sul, especificamente na zona do Barreiro (e arredores) toda a área é de jurisdição militar que pelo que percebi necessita de autorização da AAN. Até aqui tudo bem, junta-se o útil ao agradável, visto que também li que para voar em FPV é sempre necessário autorização desta mesma entidade. Tendo em conta que quero voar apenas em zonas isoladas longe de bens e pessoas podem aconselhar-me de quais as directrizes base que normalmente resultam com aprovação da AAN? Altura máxima de vôo, raio máximo, etc? Pretendo fazer vôo de proximidade por isso também não preciso pedir um raio grande. Só queria perceber um pouco melhor as vossas "receitas" para estar autorizado a voar sem grandes implicações como por ex. uma segunda pessoa ou outras autorizações adicionais.

Obrigado
30m altitude
250m a 500m distancia
Se é para hobby é mais restrita aprovação, por isso pede pouco
#182884
QuadRot Escreveu:Também me parecem valores razoàveis. Esses 30mt de altura implicam pedido de autorização para a ANAC?
Se for zona militar é tudo da responsabilidade da AAN, desde o voo até à captação de imagem.
#182888
Pedi autorização à cerca de 1 mês e apenas me deram para os fins de semana e feriados nacionais. Tendo em conta os voos militares que tenho visto na zona só devem estar a dar para esses períodos por isso o meu conselho é abusares da altura (120m) e do raio que eles só te devem dar para o fim de semana.
#182899
Muito mau... A zona em jurisdição militar é enorme para estes lados. Pensei que os locais e os requisitos de vôo pudessem influenciar as autorizações, por isso a minha pergunta inicial, mas pelos vistos não.
Obrigado pela info adicional.
#184396
Boa noite a todos,

Parece que finalmente começo a vislumbrar em Portugal algumas consequências do que a legislação drone tem vindo ou vai fazer em vários países.

Pessoalmente a minha experiência tem sido bastante boa com a AAN mas está a mudar...
Sempre voei a cumprir as regras e tenciono continuar a fazê-lo, mas, (espero enganar-me) parece-me que as autorizações de vôo vão tornar-se mais apertadas.

Como exemplo, tenho conseguido escolher locais de vôo isolados, sem presença de pessoas, animais, sem propriedade ou bens que possam ser danificados. Os meus pedidos de autorização nunca passaram os 30 metros AGL e até agora sempre obtive a autorização.

A minha última autorização foi deferida mas com a condicionante de telefonemas para a base aérea um dia antes de cada vôo. Mais uma vez estamos a falar de vôo a 30mt AGL máximo e numa zona completamente isolada no limite, mesmo limite, da área sob jurisdição militar e muito longe da referida base aérea.

Se calhar esta situação já é uma realidade para parte de vocês há já algum tempo(lendo este post) mas, como desabafo, não me parece em nada razoável e é novidade para mim.

Não simpatizo em parte com a posição dos praticantes no UK que não estão a aderir ao registo de drones e pedidos de autorização, que é semelhante áquilo para o qual nos
temos estado a preparar, mas ao mesmo tempo começo a compreender.
No UK esse registo está associado a um pagamento de uma anuidade e por cá não creio que vá ser diferente. Não concordo, não pela questão da anuidade, que não será uma fortuna, mas mesmo pelo princípio. Não percebo no que o pagar , irá mitigar alguma insegurança cometida no espaço aéreo, se calhar muito pelo contrário, irá dar azo a falsas liberdades.

Concordo plenamente com aquilo que temos feito em Portugal, comunicar a intenção de vôo às autoridades competentes recebendo uma resposta válida e fundada a esse pedido e espero que volte a esse termo...


Bons vôos.
Build 5" 6S

@GhostMaster , amanhã vou testar se o tem[…]

Se for uma f4 só uma das Uart dá pra[…]

Boas escolhas, bons voos, vai dando novidades.

Contrução de um drones

Isso poderia ser uma excelente ideia, como poder[…]

Ajudem o fórum usando este link para compras na Banggood