Quero começar, mas não tenho experiência?

52 Responses

  1. Diogo Reis diz:

    Não posso concordar com “esqueça os modelos mais avançados com GPS e outras ajudas,”

    Já vou no segundo Phantom (optei por vender o primeiro que tive com o zenmuse H3-2D aquando do lançamento do zenmuse H3-3D) experimentado alguns pequenos quadricopteros, nomeadamente o hubsan x4, syma x5c, e mais recentemente um cheerson cx20, e só pelo simples facto de manterem a altitude, faz com que sejam bem mais faceis de dominar que qualquer outro sem GPS, aliás, a minha namorada já pilotou o phantom e nestes pequenos pura e simplesmente não foi capaz de nada…

    Não sei em que se baseia para afirmar tal barbaridade, mas gostava de saber o porquê…

    Cumprimentos!

    • Nuno diz:

      Poder concordar até pode, mas não quer porque achas que é um sabichão 😉

      Então, se é dito logo a seguir que os sensores podem falhar e convém ter alguma experiência para se algo inesperado acontecer se conseguir dominar o aparelho, não concorda com o que? Com poder acontecer um acidente e não estar preparado apara lidar com ele e o quadcopter atingir uma criança por ex, e passar a vida a pagar porque “não pôde concordar” quando alguém mais prudente dá conselhos?
      PS: “Barbaridade” é uma palavra usada só presencialmente, usar essa palavra na net é sinónimo de mariquinhas pede salsa.

    • admin diz:

      Diogo eu já vi esse filme inúmeras vezes… Um dos objectivos do FPV Portugal é instruir os utilizadores para iniciarem nesta actividade de forma responsável e nunca irei aconselhar um modelo de tamanho 350 como o phantom 1/2 (e outros) a quem não tem qualquer experiência por diversos motivos.
      Como disse e bem em cima estes modelos auxiliados por GPS usam vários sensores para conseguirem manter uma localização no espaço, os principais são o barómetro e o GPS, mas também a bússola electrónica, um dos problemas que eles têm é que são sensores muito sensíveis, principalmente a bússola, e podem ficar descalibrados, ao fornecerem informação errada à controladora vão induzi-la em erro, e quando ela pensa que está por exemplo a voltar a ponto de partida (casa) está a ir noutra direcção qualquer… A chave em qualquer um destes sistemas é usar o mínimo de sensores possíveis porque se está a minimizar os pontos onde pode falhar, tão simples quanto isto.
      Um phantom 2 pesa cerca de 1200/1300g com gimbal, camera, fpv, etc agora imagine isto cair na cabeça de uma pessoa de 50m de altitude, ou mesmo de 100m de altitude… Não me vou alongar mais neste assunto mas existem coisas tão básicas como verificar se existem tempestades solares que afectam a receptor de GPS e mais de 50% das pessoas que usam GPS desconhecem.
      E sim eu tenho um phantom 2, mas já voei quase tudo o que existe de controladoras no mercado, todas elas sofrem do mesmo, porque todas elas usam os mesmos tipos de sensores… (excluindo as novas que já usam “Optical Flow” e “Sonar”, essas ainda não testei nenhuma).
      Tudo o que está escrito em cima é com base na minha experiência, o ideal é começar com algo simples e aprender a controlar esse modelo simples (apenas com gyro/acc) para depois estar pronto para controlar a máquina no caso de ser necessário.

  2. HumbertoC diz:

    Olá.
    Estreei-me no verão passadi nos multi-rotores, com o modelo gémeo do Hubsan 107C, com câmara de 2 mp, da “Carson Model Sports” e adorei!
    Este tópico é muito pertinente, porque a facilidade com que se perde o controlo destes aparelhos é enorme, e quanto maior a altura e o preço, pior o estrago. E tendo havido este “boom”, principalmente com o aparecimento de aparelhos baratinhos à venda em sítios como o pingo doce e fnac (passo a publicidade…).
    Não o tenho podido levar para nenhum espaço aberto nos últimos tempos por falta de tempo, principalmente (pretendo filmar o novo Jardim da Avenida do Mar, no Funchal e ainda umas paisagens para os lados do Lido), mas tenho que esperar por um dia com o vento a dar tréguas, porque sendo muito leve é facilmente arrastado.
    A única recomendação que faço é que treinem bastante em espaço fechado e depois gradualmente começem a testar fora de portas.
    Dica: calibrem sempre o aparelho antes de levantarem voo (há inúmeros vídeos no YouTube a explicar como), vai evitar muitos dissabores:)

    • admin diz:

      Concordo, no caso destes modelos simples basta fazer a calibração do Gyro/ACC numa superfície nivelada, a partir daí já se pode voar sem mexer em mais nada, talvez algum trim sem necessário.

      Já os modelos com GPS e afins é necessário mais cuidado porque muitos sensores apenas com magnetismo ficam descalibrados.

  3. joao diz:

    Estes modelos ja vêm montados? É precisi saber alguma coisa do seu funcionamento/configuraçao antes de o adquirir?

  4. Concordo a 100% com o que está escrito.

    E foi a minha experiencia : a minha razão para me meter nos drones, foi ver filmagens de Phantom’s e eu disse – quero isto.

    Felizmente, tive alguem que me disse : quieto. compra um Hubsan pequenino e depois um maior e quando conseguires voar 5-6 baterias sem tocar em nada, vai para os Phantom.

    E foi o que fiz e é o que recomendo a qualquer pessoa.

    Comprei um X4, depois outro ( 107D), depois outro ( Q4 ) e depois um maior ( Latrax Alias ).

    Sem GPS, sem assistencias, sem nada. Tive de aprender sozinho como compensar altitude, como compensar rajadas de vento, como voar ao contrario ( orientação ) e perceber se ele está a apanhar uma corrente de ar.

    Foi a melhor escola que tive, durante quase 3 meses, a voar diariamente, sempre que podia.

    Hoje, tenho um Phantom 2 com Zenmuse H3, FPV, GoPRO3+ Black, etc etc e é ridiculo a facilidade com que voo um Phantom – facil demais até.

    Permite-me várias coisas : estou 100% concentrado nas filmagens, controlar o Phantom é simplesmente trivial. Estou tambem perfeitamente seguro quando voo com ele para mais longe.

    E regularmente faço “testes de emergencia” : em zonas descampadas, meto-o em 100% manual .Ou ao longe, trago-o de volta em manual.

    Para que, um dia SE me acontecer algum problema, eu estar tranquilamente seguro de o trazer de volta.

    Um pequeno hubsan custa 50 euros e e é a melhor escola que se pode ter. é o melhor curso que se pode tirar.

    Desde que comprei o meu Phantom, as minhas helices de substituição estão na caixa ainda, por abrir.

    No entanto, tenho muitos amigos que decidiram “ai e tal isto é facil vou para o Phantom” e estão sempre a queixar-se de estarem volta e meia a comprar pás. Enfim…

    Cada um tem o sentido de responsabilidade que quiser – eu não me sinto confortável saber que estou a pilotar uma coisa que pesa 1,2 a 1,4 kgs, a 500metros de altitude e que os sistemas automaticos podem falhar e aquilo pode cair em cima de alguem e que eu podia ter feito algo para o evitar.

    Mesmo hoje em dia, há um fim de semana ou outro que dou uma volta com os meus drones “sem GPS, puros e duros ” para afinar skills 🙂

    • admin diz:

      Ainda bem que existe alguém que percebe o que queria dizer… Obrigado pelo comentário Gonçalo. 😉

    • HumbertoC diz:

      Amigo, é o exemplo a seguir… Não importa o dinheiro que se tenha, sem skills: nada feito. Há muita coisa que pode correr mal; pior, se começam a haver muitos acidentes todos serão prejudicados por leis bastante mais rígidas e limitativas.
      Pensem antes de se aventurarem:)Bons voos!

  5. Luis diz:

    Em relação ao JJRC H108C, tenho duvidas:

    – A resolução da lente é razoável? os 2.0mp lembra-me as lentes das maquinas sony de há 7 ou 8 anos, ou estarei enganado?
    – Quanto a filmagem nocturna, por exemplo de um concerto, fica com boa resolução e nitidez?
    – Este modelo dá para mudar a bateria por outra extra para continuar a voar ou terei de o carregar novamente para voar mais 7 minutos?
    – Consegue indicar-me outro site que venda? O que recomendam no artigo encontra-se esgotado

    obrigado!

    • admin diz:

      Boa noite Luis, vamos por partes:
      – É uma camera de 2mp limitada, pelo preço de 50€ de um quadcoptero com camera não pode esperar milagres.
      – Cenas à noite é para esquecer, isso que pede mesmo cameras de 500€ não conseguem por vezes boas imagens.
      – Sim dá para ter baterias extra e ir trocando para não estar sempre a carregar e voar.
      – Aqui tem: http://j.mp/18RHVgm (É a versão superior)

  6. Jose Faria diz:

    Viva,

    vou começar a minha experiência depois de ler várias textos aqui e de falar com um amigo que tem um montado por ele com tudo.
    Encomendei um na semana passada e, seguindo os conselhos do meu amigo e os vossos, um baratinho para não magoar ninguém, e se o perder ou estragar não foi grande perda nem desgosto.
    Foi este:
    http://www.antelife.com/u207-4-ch-2-4ghz-mini-rc-ufo-quadcopter-with-6-axis-gyro-led-light-black.html
    Se bater nas paredes tem as proteções da hélices. 😀
    Quando já tiver experiência e mais à vontade, após vários meses, penso construir um. mas já com vídeo à distância e com uns “óculos”. A pouco e pouco espero aprender e ouvir quem tem mais experiência.

    Bons voos.

  7. Rogério Tojeiro diz:

    Bom dia. Encomendei e já recebi (de Espanha) um JJRC H108C com camera de 2MP. Peço a vossa ajuda para os seguintes pontos:

    1) Aconteceu que logo nos primeiros testes verifiquei que uma das hélices não roda. Mudei para uma das sobresselentes e acontece o mesmo. No motor onde essa hélice está colocada parece-me notar algum movimento (quando está sem hélice). Será que posso tentar alguma coisa antes de fazer a troca?

    2) O inglês do manual é muito mau. Procurei mas não encontrei uma tradução melhor. Conhecem alguma?

    Obrigado pela atenção e por este site.

  8. Bruno Ricardo diz:

    JJRC V686 5.8G FPV Headless Modo Quadricóptero RC com HD Camera Monitor

    Alguém conhece este modelo? Acham que é um bom produto para começar? Alguns contras? Agradecia opiniões visto que no site de compra não tem.

    http://www.banggood.com/JJRC-V686-5_8G-FPV-Headless-Mode-RC-Quadcopter-with-HD-Camera-Monitor-p-965561.html?utm_source=google&utm_medium=cpc&utm_content=nydia&utm_campaign=Src-fpvds-monitor&gclid=CNvW5rzd5MMCFVPMtAodX1YADQ

    • admin diz:

      Não tenho um nem nunca voei porque é novo, mas conheço a marca JJRC e é uma marca bastante boa, este modelo especificamente parece-me bastante interessante pelo preço e por já ter FPV.

      Já agora se quiser ter um desconto de 10% use o seguinte link: http://j.mp/1BiNeBp e o cupão ht10.

  9. Manuel Carvalho diz:

    Boas, estou a pensar em iniciar-me com um JJRC H108C 2.4GHz 4 Channel 6 Axis RC Quadcopter with 0.3MP Camera 360 Degree Rotation Support White, e compra-lo em : http://pt.antelife.com/jjrc-h108c-2-4ghz-4-channel-6-axis-rc-quadcopter-with-0-3mp-camera-360-degree-rotation-support-white.html , só que não estou a conseguir encontrar acessórios na europa (laminas e conjunto de 4 baterias), será que podem ajudar-me?

    Cumprimentos

    • admin diz:

      Pesquise no ebay.co.uk, na Europa infelizmente não existe ainda muita coisa sobre aeromodelismo mais especificamente de multirotores por isso muitas coisas ainda têm de ser encomendadas da China.

  10. Manuel Carvalho diz:

    Julgo que este modelo não vem com protecção de hélices, é conveniente para principiantes, e um carregador de reserva para ligar as 4 baterias de reserva tb dá jeito.

  11. Ricardo Mendes diz:

    Boa noite,

    Segui o vosso conselho (e ainda bem!!!) comprei um drone pequeno, o Syma X7!
    Depois de alguns voos testes estou a ter imensa dificuldade em estabilizar o drone durante o voo. Nunca levanta estabilizado, sempre roda para uma direção ou outra. Ja recalibrei, como manda o manual, mas acontece sempre o mesmo problema. Alguém pode me ajudar?
    Obrigado.

  12. Rogério Tojeiro diz:

    Recomendo que não comprem na loja antelife.com. Não vendem sobresselentes. É ilegal mas é assim.
    Dão como solução comprar outro!

  13. Nuno C. diz:

    Boa Noite.

    Quero comprar um pequeno multirotor para iniciar mas não queria gastar mais de 40 ou 50euros.
    O que me aconselham?
    Se possível um que para depois instalar uma cam que pesa 50g.
    Obrigado

  14. João M. Alexandre diz:

    Boa tarde a todos,

    Gostaria de me iniciar e após ler este vosso artigo, muitas duvidas me asolaram, sobretudo sobre o que comprar, mas mais concretamente sobre a possibilidade de comprar na Europa, já que adquiri uma camera via Banggood que veio da Malasia e tive que esperar mais de um mes para a receber, para além do IVA e das taxas alfandegárias.

    Tenho andado à procura de um JJRC H8C e H108C, mas só vejo disponibilidade na China, entretanto hoje vi no site do Clubfashion um SYMA X5C por 85€, será que vale a pena.

    Há mais algum modelo que possa eventualmente estar disponivel na Europa e até aos 75-85 € que me aconselhem (com camera era optimo)?

    Obrigado,

    João

    • admin diz:

      Está um bocado caro esse X5C, tendo em conta que até já existe uma versão nova a X5C-1 e custa na ordem dos 50€.

      Cá na Europa pesquise nas lojas espanholas e ebay.co.uk, mas não existe tudo que existe na China e quando existe é sempre mais caro.

      Um dos sítios baratos mas que não tem tudo é a Banggood no armazém da Europa: http://j.mp/1xXd3jH

      • João M. Alexandre diz:

        Muito obrigado “admin”,

        Prometo não chatear mais, mas deixe-me só perguntar o seguinte: o SYMA X5C-1 (43 libras no ebay) é melhor ou pior que os que aqui sugeriu e também o H8C?

        Há mais algum que possa sugerir? (queria iniciar-me e o meu filho também, mas não tenho disponibilidade financeira para o salto seguinte, acho eu, por isso gostava de aquirir algo que dê por um pouco mais de tempo)

        Mais uma vez, muito obrigado

        João

  15. Bruno Mota diz:

    Bom Dia,

    Preciso da vossa ajuda. Quero iniciar/experimentar estes “drones” e após ler atentamente os Vossos inputs e comentarios sobre os melhores aparelho para iniciar deixo aqui uma questão. Qual definitivamente o melhor aparelho para inicar, onde estou disposto a ir aos 70€?

    – Syma X5C-1
    – Syma X5SC-1 headless mode
    – Hubsan X4 H107C
    – JJRC H6C New Version 2.4G 4CH Headless mode

    Obrigado

    • admin diz:

      Eu ia para o Syma X5SC-1 Headless, mas use apenas o Headless em situações que perca o controlo e não tenha outra opção, porque o headless não é bom para aprender.

  16. elson diz:

    Por favor eu quero saber como calibrar o drone v686 g?

  17. Ana Santos diz:

    Boa tarde,

    O meu filho quer este quadcoptero: http://pt.antelife.com/jjrc-h8c-2-4g-4ch-6-axis-rc-quadcopter-with-2mp-camera-black.html .
    Pode me informar se é uma compra segura através deste site e se terei custos adicionais na alfândega?
    Obrigada

  18. Coelho diz:

    Boa tarde, eu gostava de adquirir o quadcoptero JJRC H8C mas tenho algumas duvidas… se me as pudesse esclarecer ficaria muito grato. Efectuar a compra por este link:( http://pt.antelife.com/jjrc-h8c-2-4g-4ch-6-axis-rc-quadcopter-with-2mp-camera-black.html ) é seguro? e terei custos adicionais? É um bom quadcoptero para iniciação?
    Cumprimentos, obrigado!

  19. Nuno Borralho diz:

    queria aqui deixar o meu relato recente da compra de um drone. graças aos vários artigos colocados neste site e que desde já agradeço, tinha decidido comprar um simples para aprender e depois sim aventurar-me a montar um também baseado no low cost diy. dito isto tinha optado pelo hubsan 107 ou clone. na banggood uk nao havia nada em stock e nao queria a demora e possivel alfandega da china. resultado. comprei no olx um top selling x6 h108c por 53 euritos com entrega em mãos.

    compra feita no dia seguinte foi descobrir como fazer a calibração porque o manual em ingles traduzido automaticamente de chinês, é para esquecer. também rapidamente percebo como identificar as helices cw e ccw e como devem estar colocadas. primeiros voos indoor e facilmente percebo que dentro de casa não há espaço. vamos para a rua. mas mesmo assim com receio de levantar muito o drone acaba por cair algumas vezes e numa delas acabo por o drone nunca mais levantar girando as 4 helices com facilidade mas dando gas um dos cantos fica preso ao chão. troca helices e calibra-se e o camandro e nada feito. achei então que seria do motor. toca a desmontar e já tinha decidido desoldar os dois motores e trocar um pelo outro para ver se o canto preso ao chao mudava dando a certeza que seria do motor. noto entao que a parte de trás do motor em plastico estava a sair do cilindro de metal do motor e como tal o eixo um pouco mais para dentro. consigo reencaixar o plastico no motor e não é que fica a voar sem problemas? claro que dois dias depois e com outra queda o problema voltou mas agora já sei a solução.

    este testamento todo para dizer que realmente mais vale investir num pequenino mas mesmo com estes problemas podem aparecer e nao serem faceis de resolver.

    nuno

    • admin diz:

      Obrigado pela partilha da sua experiência Nuno e é bom saber que os conselhos são úteis, quanto aos problemas, já deu para perceber que se acontecessem com algo mais caro seria bem mais complexo ou mais caro para reparar, é preferível comprar algo mais barato.

  20. JOEL diz:

    boa tarde,

    Fiz um comentário no tópico
    http://fpvportugal.com/inciar-no-fpv-com-micro-quadcopteros-fpv-rtf/#comment-12509
    quando devia ter sido neste tópico.

    No meu comentário relato a compra de um Hubsan H107C HD , e o meu problema….. nunca estabiliza! nem com ajuste de Trims….. filmar aos “essesss” é o mais certo e o filme torna-se inútil.
    De resto o drone:
    não tem capacidade de bateria;
    é rápido;
    é muito resistente.

  21. Carlos diz:

    Boas,

    vou começar com este (sem cam): NiHui U807 (é um dos varios clones do Latrax Alias), á venda aqui: http://goo.gl/DYhzQq
    O que tem a dizer?

  22. Altivir diz:

    Ola gostaria de iniciar hobbie estava pensando em adquirir o Drone Syma 5sw seria uma boa escolha?

  23. João Silveira diz:

    Comprei um JJRC H6C-2 Gyro R confesso que achei dificil depilotar , é preciso fazer a tal calibração do Gyro R??? é fácil?? tentei piltar ele bateu a desligou pensei que é bateria fraca botei pra carregar , porem no carregador não avisa se está dando carga!!

    • admin diz:

      Devia calibrar logo que o recebeu, mas isso deve ser feito numa superfície perfeitamente nivelada e seguindo as instruções do manual.

  24. Julio diz:

    Eu comprei um x5sw e na peimeira vez que o coloquei pra voar, estava ventando, mas como não tinha nenhum conhecimento, lacei-o ao alto, e lá se foi, sem saber controlar, e sem saber compensar as rajadas de vento, o mesmo foi sendo levado, e eu atrás mexendo no controle e nada, até que ele desceu a 4 quadras lá de casa, foi muita sorte ter conseguido achar, e logo na primeira tentativa de voo tive essa experiência, quase o perco. Por isso também recomendo a todos que comecem com modelos leves e pequenos, e treinem em ambientes fechados, depois vão pra ambientes abertos

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *